quinta-feira, 21 de junho de 1984

Páginas Sofridas

Eu quero ser livre
Livre como um pássaro
Numa bela manhã de sol.
Mas infelizmente sou prisioneiro
Prisioneiro de você
Prisioneiro do seu amor.
Por todo lugar eu te encontro
Até o espelho
Não reflete mais a minha imagem
Pois nele só a tua eu vejo.
Mas tudo é apenas ilusão
Um sonho muito bonito
Que um dia terá fim.
Mesmo você sendo uma realidade
Pra mim se torna impossível alcançá-la
Pois o destino,
Já tinha escrito nas suas páginas
Vários capítulos de desilusão
E você fazia parte de um deles
Portanto não adiantaria insistir.
Mesmo assim eu acredito
Que ele já deve ter escrito
Algum capitulo em minha vida
Em que eu saia vencedor
E não apenas
Páginas sofridas.
Roberto /84

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...