sábado, 21 de julho de 1984

Nuvem de amor

O sol, estrela distante
Que apesar de tão longe
Aquece a terra inteira,
Mas por estar distante
O seu calor as vezes sofre
Com a interferência de uma barreira.
As nuvens por estarem mais próximas
Apesar de infinitamente menores,
Conseguem anulá-lo tão fácil
Passando a sua frente,
O esconde simplesmente,
Fazendo com que a terra
Sinta com a ausência dos seus raios
E se torna fria por alguns instantes.
Você é como o sol
Apesar de distante de mim
Quando penso em você
Me aqueço, tenho forças
Mas, nossa distância
Impede que você me aqueça totalmente
Pois outras mentes
Conseguem tão fácil, confundi-la
E você se esconde
Por entre as nuvens do seu receio
Se tornando indiferente
Fazendo com que eu sofra
Com a ausência do seu amor.

Roberto / 84

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...