quinta-feira, 21 de maio de 1992

Muito Tempo

Um dia o destino
Talvez por capricho
Mostrou-me algo mais em você
Uma ternura em seu olhar
Uma esperança que volta a brilhar
Um sorriso, uma lembrança
E a criança, tão linda menina
Agora se fez paixão.
E como a sua voz doce
Aceleram as batidas de um coração.
E um final de noite
Um beijo sela o destino
E o menino que sorria
Fechou mais uma vez suas portas
E viu que há tempo pra tudo
Até mesmo, tempo pra te amar.

Roberto / maio de 92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...