domingo, 21 de junho de 1992

Renascer

Um espaço vazio
Uma saudade lá no fundo
Uma chama consumindo
Os últimos átomos de oxigênio
Que ainda mantém viva a esperança.
E sem poder respirar
Vai-se a paixão, o amor, o carinho,
Vem a lembrança
Nasce um novo coração
Agora mais forte, mais sábio talvez,
Acumulado de sentimentos
Que tanto lhe fizeram bater,
Uma hora de alegria
Em outras, solidão
Outra de certeza
Outra, decepção.
E este coração tão forte
Que suportou tudo sem reclamar
Fica agora tão exigente
Que resiste pra não amar.
E amar de novo, um dia
Só ele vai me dizer
E neste dia tanta alegria
Fará de novo
Com força ele bater.
Roberto / Junho de 92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...