sexta-feira, 31 de julho de 1992

Paralelo

Não, não quero acreditar
Nem que me provem
Mesmo assim vou duvidar.
Talvez esteja enganado
E olha, raramente me engano
Você é diferente
Sinto isso em mim
Algo a mais brilha em você
Muito acima de falsidades
Muito, muito além de inverdades
E pouco a pouco, bem de mansinho
Você preenche um pouco em mmi
Talvez não me complete
Nem seja o meu mundo
Mas, mesmo o menor gesto
Vale muito, toca fundo
E sabe menina
Os caminhos são engraçados
Talvez estejam paralelos
Mas quem sabe este paralelo
Tenham o mesmo grau
E seja o mesmo paralelo
Apenas em dois mundos diferentes.


Roberto 31 / 07 / 92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...