sexta-feira, 21 de agosto de 1992

Irreal

É dizer, dizer algo
Rindo de uma dor profunda
Indo ao passado
Como a procurar o futuro
Aonde se perdeu?
Com quem estará agora?
Em passos despercebidos
Passa agora um ser
Que outrora se fez amado
Ou odiado quem sabe!
E a mágica se desfaz
Em um segundo de ilusão
Como fazer aparecer
Se apenas não existia.
Talvez a fantasia
Rasgada em um momento qualquer
Venha a ser consertada
E o palhaço brinque
Neste circo de mentiras
Onde não existe...
...coração.

Roberto /92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...