sexta-feira, 21 de agosto de 1992

Jogo de ilusão

Sem pressa
Conto os dias, horas e minutos
Espero que a vida passe
E sem graça já meio exausto
Me dou por falta de você
E sinto sem jeito
Que me encontro num abismo
Daqueles que só caímos
Quando olhamos para baixo.
Quero olhar, mas tenho medo
Sei que é imaginação
Mas, tão real que me assusta
E quanto me custa
Ser assim tão bom
Perder o que eu queria
Numa noite de são João
Ou viver de falsidades
Num mundo de ilusão.
Talvez tenha errado
E me culpam agora por isso
Sou apenas parte de um jogo
E você jogou muito alto
Perdeu a sua maior aposta
E eu nem lucrei com isto.

Roberto /92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...