sexta-feira, 21 de agosto de 1992

Um gesto

Não sabes o quanto
Não sonhas a intensidade
Nem sequer imaginas
O quanto posso te dar
O mundo é pequeno
Para conter algo tão profundo.
Um instante, um segundo, uma eternidade,
Não podes medir uma emoção
E nem imaginas a velocidade
Em que pode bater um coração
Tudo por que você existe
Tudo por que você é real
Por que existe um sentimento
Algo tão precioso e inesgotável
Que não pode ser reprimido.
E se transforma em uma saudade
Que espera apenas uma saudade
Que espera apenas uma palavra
Um gesto simples quem sabe
Um olhar com um brilho verdadeiro
Que possa te deixar
Se amada de verdade.

Roberto /92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...