segunda-feira, 21 de setembro de 1992

Realidade

E o pesadelo de uma noite fria
Torna-se em sonho, vira alegria
Em momentos despercebidos
No meio de uma multidão qualquer.
Olhares, magias
Formas, conteúdos
Um mundo.
Um segundo, um olhar
Algo mais pra se fixar
Um brilho em uma Iris
Que realçada com cabelos ao vento
Torna este momento
Um toque místico do destino.
E eu como menino
Apavorado em sua aventura
Grito, corro, implodo de emoção.
Querendo mostrar ao mundo
Que ele também é real.
E por um momento
Vive-se algo de maravilhoso
Mesmo sabendo-se
Que o irreal de um sonho
Talvez nunca venha a se tornar
...realidade.

Roberto / 92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...