quarta-feira, 7 de outubro de 1992

Abstrato real

Não há razões
E mesmo que elas existissem
Algo talvez fosse mais importante
E naquele instante
Só você era real
E quando as mentes confusas
Buscavam algo abstrato
Você era um fato
E estava ali presente.
Talvez para mim não tão presente
Mas que venha a ser futuro.
E mesmo que os destinos
Insistam em ser mesquinhos
Em nos privar desses momentos
Algo em mim diz que ele está perto
E é certo que meus instintos
Nunca são em vão.
E agora, que por enquanto
Não te tenho por inteiro
Te completo em meu pensamento
Que não para por um momento
De te fazer meu ideal.

Roberto 07 / 10 / 92

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...