segunda-feira, 22 de março de 1993

Minuto eterno

O tempo é o mensageiro
Que insiste em te oprimir
E cada segundo perdido
São momentos que deixam de existir.
A espera é uma procura
Por algo tão inconstante
Quem sabe se verdadeiro
Ou se falso neste instante
Sei que você é real
E algo em mim te procura
E esse amor abstrato
Que parece não ter razão
E quem me faz respirar
E quem me dá emoção.
E que o tempo não pare
Sem antes eu te amar
Um minuto pra mim eterno
Só um minuto pra sonhar.

Roberto 22 / 03 / 93

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...