quarta-feira, 3 de março de 1993

Passa tempo

O tempo passa ligeiro
E a cada minuto
Há menos pra se conquistar
E um sentimento de vazio
Preenche um espaço em seu peito.
Que se consome em desespero
E não adianta ser o primeiro
Se você corre sozinho
Não te importa uma medalha
Se ela é migalha
De um troféu derretido.
E não faz sentido
Uma vida sem ideal
Uma procura pelo nada
Em um mundo que não é seu.
O tempo passa ligeiro
Nunca serei o ultimo
Se nunca chegar
Em Algo verdadeiro.


Roberto 03 / 03 / 93

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...