segunda-feira, 25 de outubro de 1993

Futuro abstrato

Quanto de mim está em você
Quanto de você é verdade
Em parte de uma vida
Você se fez certeza
Em que formas de um pensamento
Foi você uma realidade
Que parte de mim
Tem um pedaço seu
Em que noite sem estrelas
Brilhou mais uma vez você
Em que razões procurei suas respostas
Dos sorrisos que nunca te fizeram feliz
Porque te procurar no concreto
Se é abstrato
O retrato que tenho de você
Porque te querer tanto
Se você é mais um futuro
Que esqueceu de virar presente.

Roberto 25 / 10 / 93

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...