sábado, 1 de janeiro de 1994

Tanto

Vinte e três horas
Cinqüenta e nove minutos...
Os segundos que me faltam
São eternos em um relógio.
Pra que tanto capricho
Roupas novas, produção
As Gotas de perfume desperdiçadas
Sem você são ridículas
Não valem de nada
Me isolo em algum lugar
Não quero dividir este momento
As luzes se apagam
Fecho os olhos e te abraço
E mesmo com você ausente
Sei que te sinto tão forte
Uma lágrima rola em meu rosto
Talvez de tristeza por certo
Estou deserto
Há tanto pra te dizer
Tanto pra você sentir
Quem sabe um dia você perceba isso
Quem sabe este dia
Eu vou estar disponível...como agora
Pra você.

Roberto 01 / 01 / 94 00:40:00 Hs.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...