quinta-feira, 24 de fevereiro de 1994

Sem igual

Como procurar em palavras
Razões obvias pra te delinear
São tantos os encantos
Que em mil linhas
Era pouco só para o seu olhar
E o falar, o andar, sorrir
Onde encontraria tantas palavras!
Seria necessário por certo
Uma palavra por segundo
E mesmo assim, minha vida inteira
Era insuficiente pra escrever.
O que seria você então
Algo assim tão inexplicável
Que nem uma câmera fotográfica
Reproduzisse a sua perfeição.
Pois é assim que te vejo
Embora opiniões sejam contrárias
E duvidem de sua beleza
Talvez seja, que olhares diferentes
Olhem na mesma direção
Alguns buscam a aparência
Os meus buscam o coração.

Roberto 24/02/94

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...