terça-feira, 1 de fevereiro de 1994

Vitrine

A procura de um motivo
Meus passos são indecisos
Qualquer rumo agora é o certo
Tudo que eu sei é que eles
Me levam a você.
E essa verdade
É quem me faz prosseguir
De noite meus pensamentos
Se confundem com minha realidade
E na verdade já não sei mais
Se sou os meus sonhos
Ou se eles não são reais
E certo que preciso deles
Para te ter ao meu lado
E a cada dia é mais difícil
Te amar sem esperanças
E sou uma criança
Que choro ao ver um brinquedo
Por traz de uma vitrine
Onde uma barreira invisível
Torna-se seu pesadelo.

Roberto 01/02/94

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...