sábado, 30 de março de 1996

Errado

E eras absoluta
Em minha vida algo sem igual
E não sei qual foi o mal
Talvez tenha sido o bem que te quis
E algo me diz
Que tudo está errado.
Errado estão as palavras
Que de tão lindas são esquecidas
Errado estão os gestos
Que de poderosos são destruídos
Errado estão os olhares
Que de cúmplices se condenam
Errado estão os carinhos
Que machucam e voltam sozinhos
Errado estão as lágrimas
Que teimam em querer me molhar
Errado estão as mágoas
Que em um coração querem ficar
Errado está o amor
A esperança, os planos e as conquistas
Errado estou eu por te querer assim
Errada está você
Por não ter entendido nada, enfim!

Roberto 03/96

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...