quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Nova Chance

Cada momento vivido era o bastante
Houve um tempo em minha vida que achei que era assim
Raramente me importava com conseqüências futuras
Ia desfrutando tudo que a vida me ofertava
Sem saber se tudo era certo,
Tudo o que importava era viver.
Instantes que pra mim pareciam perfeitos
Antes eram agressões,
Nas pessoas que eram usadas,
E magoadas sem respeito.
Mal sabia eu que a vida,
Estava pra me cobrar os meus desfrutes,
E de uma forma impiedosa agora me castiga,
Me exilando em um mundo tão sem graça
Sem direito a um apelo, nem perdão,
Esperando apenas que eu sobreviva
Neste deserto de solidão.
E os meus tesouros tão preciosos,
Que me davam pseudo-satisfação,
Agora corroídos pela ferrugem de sentimentos,
Apodrecem em um canto qualquer da vida,
Quem sabe ainda possam ser lustrados
E voltem a brilhar novamente,
Seriam preciso muito trabalho e dedicação,
Refazer tudo novamente,
Mas agora sem falsos sentimentos,
Será que terei outra chance...

Roberto 27/10/2010

1 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...