quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Poderia ter sido amor - Parte 1


             Em um verão de um passado tão bom, onde os sentimentos eram verdadeiros, e as emoções motivadas pelas ocasiões simples, insistiam em fazer parte do meu cotidiano, foi o cenário onde de um dos meus melhores momentos que passo a descrever, tentando mostrar o quanto, pequenos momentos podem e devem ser guardados e lembrados em nossas vidas.
            A cidade era Natal, estava passando alguns dias desfrutando das belezas estonteantes daquele lugar maravilhoso, quando por uma caminhada despretensiosa pelas areias da praia de ponta negra, escuto o meu nome pelo som de uma voz que me parecia um tanto familiar; meu coração de súbito acelerou e meus olhos não acreditaram naquela visão quase que angelical que surgira em minha direção, seria uma miragem ou quem sabe delírios de um coração que teima em me pregar peças e me deixar atônito diante de situações inesperadas!
            Não, não se tratava de miragem e sim um momento de conspiração do universo, onde o impossível acabara de tomar forma de realidade, poderia esperar qualquer coisa naquele lugar, menos encontrar com você. Você veio ao meu encontro, e por alguns segundos ficamos ali estáticos, sem saber o que aquela situação resultaria nas nossas vidas.
            É desnecessário dizer o quanto você estava linda, poderia descrever cada milímetro de perfeição que era você naquele momento, algo que só o Nosso Criador poderia moldar em formas tão perfeitas, mas este não é o foco e nem a razão pela qual eu te amava tanto, você era bem mais que isso, bem mais que formas e contornos, mesmo assim não consegui resistir a tanta perfeição e lutei para não deixar transparecer todo o desejo que me veio naquele momento.
            Caminhamos na areia lado à lado, tentando entender o significado desse momento mágico, o dia já estava por derramar seus últimos raios de sol, quando resolvemos procurar algo para nos alimentarmos, havia  ali um restaurante onde ficávamos quase que por sobre as ondas do mar, era o cenário perfeito, o momento perfeito para terminarmos um dia quase que hollywoodiano, onde todos os mínimos detalhes tinham  sido exaustivamente ensaiados para um roteiro digno de um oscar.
            Sentados frente à frente, olhávamo-nos como se estivéssemos apenas nós dois no universo, era tanta a atração que chegávamos a compreender um ao outro sem nenhuma palavra ser pronunciada. Ao fundo uma música linda estava por cúmplice nos incitando a cultuar aquele momento único, as frases que ressoavam em meus ouvidos, agora cantadas por você “Touch me now, I close my eyes And dream awaytransportava-me para uma realidade quase que sobrenatural, onde sonhos de toda uma vida, povoavam uma mente agora hipnotizada pelo som da tua voz.

Continua......

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...